O que levar na bagagem em viagens de moto?

Postado em 21 de fevereiro de 2019.

Nada impede que você decida, enquanto lê esse texto, fazer uma viagem de moto e sair pegando a estrada. Porém, um planejamento mínimo é necessário, isso evita muitos problemas. Além dos cuidados com a própria moto, conferir o uso dos pneus, do sistema de transmissão, elétrico e toda parte mecânica, é importante pensar nos itens que você vai levar para a viagem.

 

O que é preciso levar na bagagem?

A primeira coisa é ter o equilíbrio entre o máximo e o mínimo, saber o que realmente é necessário e o que vai apenas para ocupar espaço e fazer peso.

O que você deve levar em consideração é se o tamanho da mala irá influenciar no peso da moto, aumentar o arrasto e, consequentemente o consumo de combustível, desgastar mais os pneus ou dificultar manobras. Ao mesmo tempo, não deve deixar um item importante para trás, como uma roupa para diferentes condições de clima e temperatura.

Para que isso não aconteça, faça um checklist antes do dia da viagem para ver se nada ficou de fora. É uma maneira de checar se cabem, como serão colocados na moto e qual o peso que estará carregando.

Fizemos uma lista com o que consideramos:

 

Equipamentos de proteção

Proteção sempre em primeiro lugar! Os equipamentos protegem de sérios machucados em quedas. GPS, óculos e colete. Colocamos as roupas como proteção, pois, dependendo do seu destino, elas podem fazer a diferença. Calças com joelheira são ótimas para usar durante a viagem ou se o destino for uma trilha. Camisetas tipo dry são perfeitas para viagem de moto: elas ajudam na transpiração , melhorando o conforto do piloto. Além disso, são fáceis de lavar e secar em qualquer lugar. Dependendo das condições climáticas, é interessante alternar a quantidade de camisetas entre manga curta e longa.

Para os calçados, tênis e botas com solado impermeável e grosso são os ideais para motociclistas. Esses calçados servem tanto para usar durante a viagem como para quando chegar no local. Um par de chinelos é sempre útil também.

 

Capa de chuva

Uma capa de chuva é sempre importante em uma viagem de moto. Nunca se sabe se o tempo pode virar.

 

Dinheiro, cartões e documentos

Estes devem ser os primeiros objetos a serem separados para a viagem e nunca podem ser esquecidos. Mantenha-os sempre em local de fácil localização para que sejam alcançados com rapidez. Apesar de a maioria dos lugares já aceitar cartões de crédito, é sempre bom andar com dinheiro. Se você vai viajar para fora do Brasil, não esqueça de levar dinheiro com a moeda local.

 

Elástico para moto

Eles custam pouco e podem ser bem úteis. Inclusive, se você for para um lugar sem estrutura, podem servir como varal para secar a roupa.

 

Kit primeiro socorros

Desinfetante, esparadrapo, rolinho de gaze, band-aid, antiácido, analgésico e lenços umedecidos. Se você faz uso constante de remédios, não esqueça deles!

 

Lanterna

Esse item poderia estar no equipamentos de proteção, pois, querendo ou não, a lanterna quebra um galho em momentos de desespero. Você só vai lembrar dela quando perceber que é realmente necessária.

 

Objetos de higiene

Pente, escova de dentes, fio dental, creme dental – um tubo pequeno, aparelho de barbear, espuma de barbear, desodorante, cotonetes, tesourinha e alicates de unhas, shampoo, condicionador, creme hidratante e o que mais você achar necessário. Coloque tudo numa necessaire se a bolsa não tiver algum bolso específico para isto.

 

Como transportar?

Se sua moto tem malas laterais ou alforjes, assim como um baú e bolsa de tanque, sua vida está facilitada. Se não tem nada disso, elásticos ou redes com vários ganchos são a clássica solução para fixar tudo à porção traseira do banco ou em um hipotético – e hoje cada vez mais raros, bagageiro traseiro.

Se você estiver acompanhado, alforjes são uma boa solução, melhor do que carregar uma mochila no peito e outra nas costas do acompanhante, coisa que reduz a mobilidade e pode cansar.

É importante lembrar que uma moto é um veículo muito sensível às variações de carga, o que pode mudar substancialmente o comportamento dinâmico em curva, frenagem ou mesmo nas retas, em situação de mudanças rápidas de faixa de rolamento.

A bagagem jamais pode ser fixada à moto de modo frouxo, que permita sua movimentação, pois isso pode ser desastroso em uma situação que exija uma manobra mais decidida.

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

© 2019 Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Visuality