Dicas para pilotar com mais segurança

Postado em 16 de outubro de 2018.

O uso de motos nos grandes centros urbanos se torna cada vez maior, como uma solução para fugir do trânsito intenso. Porém, pelo fato dos motociclistas estarem com o corpo mais exposto, eles acabam  tendo que redobrar a atenção na hora de pilotar para evitar possíveis acidentes.

De acordo com estudo realizado pelo Instituto Sangari, o Brasil é o segundo país com maior número de vítima fatais em acidentes envolvendo motociclistas. Os dados apontam que há cerca de 7,1 óbitos a cada 100 mil habitantes.

Além disso, segundo o Sistema de Informações e Gerenciamento de Acidentes no Estado de São Paulo (Infosiga SP), 94% dos acidentes fatais no trânsito ocorre por negligência de condutores ou pedestres.

Por ser a parte mais frágil em caso de acidentes com outros veículos, o motociclista precisa adotar uma pilotagem defensiva e hábitos para aumentar a sua segurança. Veja abaixo algumas dicas que podem te ajudar a ter mais segurança:

 

1) Conheça a sua moto

Se a sua moto for recém comprada, antes de dirigir nos grandes centros urbanos e enfrentar trânsitos intensos, procure se acostumar com ela antes. Comece dando algumas voltas no seu bairro. Pratique mudanças de direção, faça zigue-zagues para ter uma maior noção de equilíbrio. Freie, acelere, reduza marchas, acelere novamente, para que você e a sua moto comecem a se “entender”.

 

2) Use o equipamento adequado

dicas-de-segurança-capacete

Usar o equipamento de proteção correto não é uma medida obrigatória à toa. Em caso de acidentes, ele podem fazer toda a diferença. O uso do capacete é obrigatório, tanto para o piloto, quanto para o passageiro. Não usá-lo resulta em multa de sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Ele deve ter o tamanho adequado e estar sempre bem afivelado para não ficar folgado. É importante optar por capacetes fechados, já que, em caso de quedas, eles oferecem maior proteção, principalmente para o rosto e o maxilar.

Além disso, é importante usar roupas que protegem completamente os braços e as pernas como, por exemplo, botas, calças, jaquetas e luvas com aderência.

 

3) Respeite as sinalizações

Nenhuma sinalização é colocada sem motivo. É de extrema importância que você respeite todos as sinalizações, principalmente as de PARE nos cruzamentos. É importante também estar atento aos veículos atrás de você na hora de parar, para que também não haja nenhum tipo de problema.

 

4) Seja visto!

Verifique se a lanterna, as luzes indicadores de direção (as setas) e todo o sistema de iluminação da moto está em ordem. Também mantenha o farol baixo sempre ligado, mesmo durante o dia. Além de ser obrigatório, faz com que os outros motoristas vejam a sua moto mais facilmente. Opte por usar roupas claras e jaquetas com detalhes reflexivos.

 

5) Não faça ultrapassagens em curvas

Realizar esse tipo de ultrapassagem limita a visão dos veículos que estão na pista oposta. A melhor opção é esperar um trecho de retas para fazer a manobra com mais segurança.

 

6) Menos velocidade, mais segurança

Independentemente do meio de transporte, o excesso de velocidade pode colocar em risco não só quem o está conduzindo, como também os demais veículos e pedestres à sua volta.

Sempre obedeça ao limite de velocidade estabelecido nas ruas. E nada de aumentar a velocidade quando o semáforo estiver amarelo: lembre-se que a cor indica atenção.

 

7) Moto em dia

Para que a direção seja feita da forma mais segura possível, é fundamental garantir que os cuidados com a sua moto estejam sempre em dia. Confira se está tudo ok com o sistema elétrico, com os freios e a calibragem dos pneus. Verifique se a corrente de relação está frouxa ou apertada, e a situação do combustível.

 

8) Distância segura

Manter-se a uma distância segura de outros veículos pode prevenir graves acidentes. Se você estiver muito próximo a um carro e ele frear por conta de algo que surgiu a sua frente, você corre um grande risco de, mesmo freando, chocar-se com ele, principalmente se estiver em alta velocidade.

 

9) Cuidado com as crianças

É importantíssimo que você redobre a atenção quando estiver transitando em zonas escolares, ou próximo de parque e praças.

 

10) Conheça seus limites

Não é porque alguém próximo de você se sai bem em curvas e ultrapassagens que você deve fazer o mesmo. Como dissemos na dica seis, nada de ficar muito próximo de outros veículos. Siga o seu próprio ritmo.

Se você estiver viajando com um grupo de amigos, não entre na “onda” deles. Não faça manobras perigosas, siga as regras básicas de segurança da pilotagem e evite rodar lado a lado na estrada. A fila indiana é sempre a melhor opção.

 

11) Cuidado com a sua postura

É importante ter em mente que, quando você estiver em cima da moto, a força deve ser concentrada nas pernas. Por isso, é importante que seus pés estejam em contato com as pedaleiras, e suas coxas e joelhos colados ao tanque. Dessa forma, você conseguirá fazer desvios rápidos com mais facilidade, além de ganhar maior estabilidade e segurança na hora de fazer as curvas.

Também é importante manter os braços relaxados, o que facilita na hora de usar os mecanismos do guidão da moto.

 

12 ) Atenção aos cruzamentos

Principalmente em bairros mais tranquilos. Mesmo que a preferencial seja a sua, nunca acelere em cruzamentos. Sempre diminua a velocidade e confira se nenhum veículo está vindo em sua direção. Até porque, quem está em um carro, provavelmente vai ter apenas danos materiais em uma colisão, o que já é bem diferente para quem está em uma moto.

 

Quer saber mais dicas de segurança? Fique ligado em nosso blog! Estaremos postando conteúdos para que você tenha uma pilotagem mais segura tanto on-road quanto no off-road.

 

Motobatt

contato@motobatt.com.br

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Instagram

© 2018 Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Visuality